Geminações

A Vila está geminada com a vila francesa de Leognan - Departamento Gironde-Bordéus.

A geminação aconteceu no ano de 1997.

Joane conta ainda, desde Outubro de 2000, com um acordo de cooperação com a Cidade Paulista - Estado de Pernambuco - que dista cerca de 50 Km da cidade de Recife.



Feira Semanal

A população joanense conta com uma feira semanal que se realiza aos Sábados, pela manhã. Esta feira ocorre actualmente no denominado Parque de Laborins.
Esta feira com muita tradição em Joane e freguesias limitrofes, conta já com muitos anos de existência.



Festas e Romarias

A Vila de Joane conta com a realizaçao de várias festas ao longo do ano. Assim, em Janeiro realiza-se a festa de Santo Amaro, em Junho a festa de Santo António e em Agosto a de São Bento.

Além destas festas de cariz religioso, Joane conta ainda ao longo do ano com múltiplas festas e actividades como por exemplo os festivais de folclore.



Parque da Ribeira

É uma área de lazer com cerca de 6000 m2, que se situa bem no centro de Joane, junto ao Rio de Cães (Telhado).

Esta área de lazer conta actualmente com um circuito de manutençã e vários equipamentos lúdicos e desportivos para adultos e crianças.

O parque da Ribeira é hoje um marco de referência a nível dos espaços de lazer, contando sempre com a presença de muitas pessoas que aí se deleitam em múltiplas actividades nos seus tempos livres.

De futuro o parque da Ribeira será ampliado, e dotado com mais equipamentos.



Folclore

A Vila de Joane orgulha-se da sua representatividade ao nível das manifestações culturais, nomeadamente, dos grupos folclóricos. A Vila conta com três grupos: Grupo Infantil Danças e Cantares, Grupo de Danças e Cantares e Grupo Etnográfico Rusga de Joane.

Todos os grupos são considerados embaixadores da etnografia local e as suas exibições são bastantes consideradas. Esta representatividade justifica os três festivais anuais de folclore que a Vila proporciona aos seus habitantes e forasteiros que nos visitem.



Igreja Nova

A igreja apresenta uma estrutura arquitectónica semelhante às construções antigas, conferindo-lhe uma grande beleza. Construída e edificada com o apoio de todos os joanenses durante cerca de 50 anos, a nova igreja apresenta, no seu interior, um vasto conjunto de belíssimos vitrais, bem como uma talha considerável no altar-mor, fruto de uma montagem de vários altares da velha igreja demolida em 1978.



Capelas

Das capelas erigidas em Joane, a da Senhora da Carreira, situada na periferia de Joane no lugar da Lapa, é a mais antiga. Crê-se até, ter sido o primeiro templo religioso construído na paróquia (sec. XIV). Toda a importância atribuída a esta capela deve-se ao facto de se situar junto à Igreja do Divino Salvador de Joane. Em 1987 e 1988, a Junta de Freguesia de Joane procedeu a obras de restauro, de forma a dar à capela a dignidade de outrora. Actualmente a sua veneração está ao cuidado de uma comissão denominada para o efeito.

A capela de S. Bento é citada nas actas de 1655. Situa-se no lugar de S. Bento e além do santo por que é conhecida, honra também Santo Amaro. A capela é anualmente palco das festas em honra dos seus santos: Santo Amaro em Janeiro e S. Bento em Agosto.

Outra capela, esta referenciada nas actas de visitação de 1672 é a de Santo André, que se situava no campo da feira e estava ligada à casa de Montilhão. Há algumas dezenas de anos atrás, a capela foi transferida para o Monte de Celorico e a sua designação passou a ser Capela do Senhor dos Santos Passos. Esta mudança beneficiou os crentes e toda a população em geral já que passou a dispor de um amplo espaço de lazer.


Novidades

10 de Outubro, 2017
10 de Outubro, 2017
18 de Julho, 2017